Associação Brasileira de Rorschach e Métodos Projetivos
» Notícias

Moção de apoio à nota dos editores do SciELO

31/08/2015

Nós, abaixo-assinados, membros da comunidade científica iberoamericana, fazemos com este documento veemente moção em favor da nota de repúdio produzida pelos editores de diferentes revistas brasileiras que se reúnem no SciELO (http://peloscielo.org/) contra artigo publicado pelo sr. Jerry Beall (http://scholarlyoa.com/2015/07/30/is-scielo-a-publication-favela/).

Há mais de uma década, a América Latina vem utilizando plataformas de revistas em acesso aberto. Como resultado, a SciELO e a Redalyc, que possuem cerca de 2000 revistas, aumentaram consideravelmente a visibilidade da produção de diferentes especialidades e geografias.

Vale dizer, a SciELO, resultado de pesquisa da  Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), em parceria com a BIREME (Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde) e apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), é hoje mais consultada do que a americana JSTOR, segundo dados do jornal Le Monde (http://www.lemonde.fr/sciences/article/2013/03/15/qui-a-peur-de-l-open-acces_1848930_1650684.html).

 Nomear uma plataforma desse porte de "favela" é demonstrar um receio que só pode derivar de uma visão limitada e capitalista do que é o conhecimento científico e para que este serve. Assim, faz parte do cálculo de manutenção do oligopólio de revistas, majoritariamente de língua inglesa. Afinal, o Open Access permite a todos escaparmos desse controle.

Ganhamos todos com a democratização das revistas: a pluralidade, os diferentes paradigmas científicos e as mais distintas culturas passam a circular e se difundir em rede. Acima de tudo, as plataformas Open Acess permitem acesso a trabalhos que ficariam, de outra forma, restritos localmente ou confinados a meia dúzia de instituições de bolso mais cheio.

Se o Sr. Beall teme o acesso aberto é porque percebe que as mudanças que vem se operando no modo de comunicar resultados de pesquisa podem impactar o lugar ora ocupado pela América Latina no campo das ciências, como o propõe Alperin (2015), ampliando o público que  passa a acessar artigos e resenhas, bem como livros produzidos a partir de pesquisas extensas.

 

Assinam este documento:

· Associação Brasileira de Ensino de Psicologia (ABEP)

· Associação Brasileira de Orientação profissional – ABOP

· Associação Brasileira de Psicologia do Trânsito (Abrapsit-RS)

· Associação Brasileira de Psicologia Jurídica (ABPJ).

· Associação Brasileira de Psicologia Organizacional e do Trabalho (SBPOT)

· Associação Brasileira de Psicologia Social (Abrapso)

· Associação Brasileira de Rorschach e Métodos Projetivos (Asbro)

· Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Psicologia (ANPEPP)

· GT Cotidiano e práticas sociais (ANPEPP)

· GT de História da Psicologia da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Psicologia (ANPEPP)

· GT de História Social da Psicologia da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Psicologia (ANPEPP)

· GT de Psicologia  Comunitária da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Psicologia (ANPEPP)

· GT de Psicologia Escolar e Educacional da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Psicologia (ANPEPP)

· GT de Psicologia, Politica e Sexualidades da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Psicologia (ANPEPP)

· GT Juventude, Resiliência e Vulnerabilidade da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Psicologia (ANPEPP)

· GT de Psicologia e Estudos de Gênero da (ANPEPP)

· GT de Psicologia Organizacional e do Trabalho (ANPEPP)

· Conselho Federal de Psicologia (CFP)

· Laboratório de História e Memória da Psicologia (Clio-Psyché/UERJ)

· Núcleo Feminista de Pesquisas sobre Homens e Masculinidades (Gema/UFPE)

· Programa de Pós-Graduação em Psicanálise ( PGPSA / UERJ )

· Programa de Pós-graduação em Psicologia Social (PPGPS/UERJ)

· Rede Ibero Americana de Pesquisadores em História da Psicologia (RIPeHP)

· Revista Psicologia Organizacional e do Trabalho (o editor) (RPOT)

· Sociedade Brasileira de História da Psicologia (SBHP)

· Sociedade Brasileira de NeuroPsicologia (SBNp)

· Sociedade Brasileira de Psicologia (SBP)

· Sociedade Brasileira de Psicologia Hospitalar (SBPH)

· Sociedade Interamericana de Psicologia (SIP)

· GT de História da Psicologia (SIP)

· GT de Psicologia Ambiental (SIP)

Outras informações desta seção:
CPF:
Senha:
Esqueci ou não
tenho senha
Acessar
Galeria de fotos e vídeos
Acesse também:
PePSIC
BVS-Psi
Associação Brasileira de Rorschach e Métodos Projetivos (ASBRo)
Rua Visconde de Inhaúma, 468, sala 46
Ribeirão Preto - SP - CEP: 14010-100
E-mail: asbro.org@gmail.com


Facebook